06
MAR
2017

Previdência: reforma de Temer ignora sonegação de R$ 426 bilhões por empresas

Posted By :
Comments : 0

Pesquisa publicada pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) aponta lista negra dos devedores do INSS. A lista mostra um total de 500 empresas que devem, estão inadimplentes ou que não passaram os valores recolhidos. Ao todo, deixaram de repassar aos cofres públicos R$ 426 bilhões.

A procuradoria estudou e classificou essas 32.224 empresas que mais devem, e constatou que apenas 18% são extintas. A grande maioria, ou 82%, está ativa. Na lista das empresas devedoras da Previdência, há gigantes como Bradesco, Caixa Econômica Federal, Marfrig, JBS (dona de marcas como Friboi e Swift) e Vale. Apenas essas empresas juntas devem R$ 3,9 bilhões, segundo valores atualizados em dezembro do ano passado.

Além disso, informações do Sindicado dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), a maior parte dessa dívida está concentrada na mão de poucas empresas que estão ativas. Somente 3% das companhias respondem por mais de 63% da dívida previdenciária.

Acesse a lista dos 500 maiores devedores da Previdência (em pdf).

Parte da dívida não pode ser recuperada

A lista ainda apontou que há grandes companhias falidas há anos, como as aéreas Varig e Vasp, porém, a maioria das dívidas são de empresas ativa. É provável que quase 60% do valor devido nunca chegue aos cofres do INSS – ou porque são de empresas falidas, em processo de falência, tradicionais sonegadoras ou laranjas.

Fonte: Portal CTB – Com informações do Repórter Brasil

Deixe uma resposta

*

captcha *