13
JUN
2017

Delegação brasileira faz ato na OIT para denunciar reformas trabalhista e previdenciária

Posted By :
Comments : 0

Sindicalistas brasileiros realizaram um ato hoje (13) em Genebra, na Suíça, durante a 106ª Conferência Internacional do Trabalho da Organização Internacional do Trabalho (OIT), para denunciar as reforma que atacam os direitos trabalhistas e previdenciários no Brasil. Um painel de bandeiras e fotos foi montado contra o governo golpista de Michel Temer. O coordenador-geral da Contee, Gilson Reis, enfatizou a importância de “denunciar o desgoverno Temer e suas reformas trabalhista e previdenciária”.

Gilson se uniu nesta terça-feira à delegação brasileira que participa da conferência, da qual também fazem parte a coordenadora da Secretaria de Relações Internacionais da Confederação, Maria Clotilde Lemos Petta, e a presidenta do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar de Minas Gerais (Saaemg), Rogerlan Augusta de Morais, que integram a comitiva da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). O encontro, que começou no último dia 5 e vai até o dia 17 de junho, em Genebra, na Suíça, desde o início se mostrou como um espaço de exposição, pelas centrais sindicais brasileiras, dos danos provocados pela reforma trabalhista no Brasil, inclusive com a violação de acordos internacionais, e dos demais ataques aos trabalhadores.

Além do ato de hoje, Maria Clotilde e Rogerlan têm participado ativamente, nestes dias, de diversas reuniões, incluindo do Secretariado de Mulheres da Confederação Sindical dos Países de Língua Portuguesa (SM-CSPLP), dos BRICS, da Federação Sindical Mundial (FSM) e da Comissão de Aplicação de Normas da OIT. Gilson, por sua vez, também integrou e falou hoje na reunião da sobre imigrantes e refugiados organizada pela FSM.

Fonte: Contee 

Deixe uma resposta

*

captcha *