01
SET
2017

Fechamento de nosso escritório na cidade de Poços de Caldas

Posted By :
Comments : 0

COMUNICADO AOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR DA REGIÃO SUL DO ESTADO DE MINAS

É com muito pesar, que o SAAESUL/MG, Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar da Região Sul do Estado de Minas Gerais, vem comunicar o fechamento de nosso escritório na cidade de Poços de Caldas a partir do dia 1º de setembro de 2017.

Infelizmente, as entidades sindicais já estão sofrendo as consequências da famigerada reforma trabalhista trazido pelo governo golpista de Michel Temer, através da lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017.

Dentre vários ataques aos trabalhadores e ao próprio movimento sindical, a nova redação do artigo 578 da CLT, trouxe uma das mudanças mais prejudiciais que se poderia imaginar, qual seja, a não obrigatoriedade da contribuição sindical, a qual somente será cobrada mediante autorização prévia do trabalhador, Isto fará com que sindicatos tenham que cumprir suas obrigações determinadas pelo artigo 8º, inciso III, da Constituição Federal, sem porém, terem qualquer respaldo de sustentação financeira, inviabilizando sua atuação.

Salientamos que, embora contando com contribuições dos associados, estas, em virtude da oposição de trabalhadores (no caso de Poços de Caldas este numero atinge a 70% dos auxiliares de administração escolar). Em virtude disto, como em Poços de Caldas, somente 30% dos auxiliares são associados, a manutenção do escritório sempre se fez através dos recursos oriundos da contribuição sindical, ou seja, simplesmente não teremos como arcar com os custos operacionais deste escritório, como ora relatado.

Não restam dúvidas que, estes eram os claros objetivos do empresariado, quando na ultima eleição, aumentou o número de seus representantes no Congresso Nacional, visando enfraquecer todas as forças progressistas defensoras da classe trabalhadora (com a significativa redução de nossos representantes na Câmara e no Senado); agindo agora sem qualquer limite, no intuito de aniquilar os direitos trabalhistas e previdenciários, tais como a terceirização ampla e irrestrita, reforma da previdência, a própria reforma trabalhista, dentre outras, transferindo aos trabalhadores, a dívida gerada pelos grandes sonegadores, e pelo deficit publico.

Finalmente, insistimos na importância de todos os trabalhadores entenderem o que está em jogo nesse momento, que são os avanços sociais dos últimos anos, além das conquistas da CLT, ao longo de décadas. Se não nos colocarmos numa posição de luta e resistência o quanto antes, provavelmente os prejuízos irão aumentar a cada dia.

Uma das formas de lutar caro Auxiliar de Administração Escolar, pela manutenção de nossos direitos AINDA existentes, tais como: recomposições salariais, adicionais por tempo de serviço, bolsas de estudos, e tantos outros previstos nas convenções coletivas de trabalho, arduamente conquistados, é a sua imediata filiação ao SAAESUL/MG, para o que conclamamos toda a categoria, nesta batalha pela defesa de nossos direitos.

Varginha, 01 de agosto de 2017.

Leandro Carneiro Batista

SAAESUL/MG

Sobre o autor

Deixe uma resposta

*

captcha *